10 países mais felizes no mundo para visitar em 2024


Países considerados felizes são ótimos destinos para conhecer Países considerados felizes são ótimos destinos para conhecer Imagem: Mistervlad | Shutterstock)

Viajar é uma jornada que vai além de simplesmente mudar de lugar físico; é uma experiência que enriquece a alma e proporciona uma sensação profunda de felicidade. A cada nova aventura, somos imersos em culturas diversas, paisagens deslumbrantes e encontros enriquecedores que nos desafiam e nos transformam.

Nesse sentido, visitar países considerados mais felizes do mundo pode ser especialmente interessante porque nos coloca em contato com sociedades que valorizam o bem-estar de seus cidadãos, priorizando aspectos como qualidade de vida, igualdade social e conexões interpessoais.

Recentemente, o ‘Relatório Mundial da Felicidade’, divulgado pela Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização Mundial da Saúde), listou os 20 países considerados mais felizes do mundo.

Nesse ranking, estão: Finlândia, Dinamarca, Islândia, Suécia, Israel, Países Baixos, Noruega, Luxemburgo, Suíça, Austrália, Nova Zelândia, Costa Rica, Kuwait, Áustria, Canadá, Bélgica, Irlanda, Tchéquia, Lituânia e Reino Unido.

Pensando nisso, confira, a seguir, motivos para visitar alguns desses países!

1. Finlândia

Os países nórdicos são muito atrativos, e a Finlândia se destaca por ser um local inexplorado. Além disso, esse país lidera o ranking do ‘Relatório Mundial da Felicidade’. Na região, é possível fazer passeios relaxantes à beira de lagos, aproveitar algumas das paisagens mais belas do mundo, como a ‘Fortaleza de Suomenlinna’, ou se aventurar em atividades ao ar livre.

A melhor época para visitar o país é durante o inverno, entre setembro e o início de abril, pois neste período é possível assistir às auroras boreais na Lapônia. Os turistas também podem desfrutar da neve com passeios de moto, rena, husky, caminhada ou raquete. Para uma hospedagem única, investir nas acomodações em iglus é a melhor escolha.

2. Dinamarca

Conhecida como o berço dos antigos vikings, a Dinamarca possui alguns dos pontos turísticos mais famosos no mundo, incluindo castelos deslumbrantes. Começando por Egeskov, no sul da ilha Fiónia, considerado um dos símbolos do país, e o castelo de Frederiksborg, em Hillerod, que tem uma bela paisagem ao redor com lago e fonte, perfeitos para tirar fotos.

Além destes, vale a pena visitar Copenhague, capital do país, conhecida pela sua história e passeios turísticos inesquecíveis, como Nyhavn, cartão postal da cidade; Palácio de Amalienborg, residência da Família Real da Dinamarca; e o Parque Tivoli Gardens, o segundo parque de diversão mais antigo do mundo.

3. Islândia

‘Gullfoss’ é uma das atrações mais emblemáticas da Islândia Imagem: Mistervlad | Shutterstock

Os cerca de 103 mil Km2 da superfície da Islândia oferecem as melhores maravilhas naturais que os viajantes podem esperar, desde as auroras boreais até as piscinas com água termais relaxantes. Mas uma boa maneira de ter um panorama das belezas do país é por meio do Círculo Dourado, um percurso turístico que concentra as três atrações mais emblemáticas da região: Gullfoss, Geysir e Thingvellir.

Além disso, é possível aproveitar da tranquilidade da capital Reykjavik, ideal para conhecer as antigas lendas vikings, tradições nórdicas e gastronomia local. Porém, se preferir um pouco mais de aventura, faça uma trilha no Glaciar Vatnajokull, que foi um dos cenários da série ‘Game Of Thrones’.

4. Suécia

Localizada na Península Escandinava, no norte da Europa, a Suécia é um país lindo e repleto de histórias e paisagens magníficas. A capital Estocolmo, por exemplo, é uma das mais seguras e organizadas do mundo. Composta por 14 ilhas, é nela que estão os principais pontos turísticos, como o Kungliga Slottet (palácio da realeza sueca), o Museu Nobel e a agitada vida noturna na ilha de Gamla Stan.

Para quem deseja explorar outros destinos na Suécia, vale incluir as cidades de Gotemburgo e Malmo no roteiro, pois são a segunda e a terceira maiores cidades do país, respectivamente, e estão repletas de atrações, como o Museu de Arte de Gotemburgo, o mercado de Feskerkorka e a Igreja de St. Peter.

5. Holanda

A Holanda, também conhecida como o país das flores, tem algumas das paisagens mais charmosas do mundo. É ideal para fazer passeios de barco, visitar moinhos, museus e jardins. Inclusive, a primavera é a melhor época para visitá-la, pois fica muito bonita.

Aproveite para realizar um passeio no famoso Canal de Amsterdã e apreciar os monumentos ao longo dele. Também vale conhecer o imperdível Museu Van Gogh, que tem a maior coleção de pinturas de Vicent Van Gogh.

No roteiro também não pode faltar a Casa de Anne Frank, em que ela e a sua família se esconderam durante a perseguição aos nazistas. Para apreciar as flores e áreas verdes, o indicado é o parque Keukenhof, decorado com diversas espécies que rendem fotos instagramáveis, e o Voldenpark, parque mais famoso da Holanda.

6. Noruega

Arquipélago de ‘Svalbard’ é ideal para observar baleias e ursos polares Imagem: Christian Bertrand | Shutterstock

A Noruega é um país escandinavo relativamente grande e repleto de coisas para se fazer. Além da aurora boreal e do sol da meia-noite, o destino é ideal para observar baleias e ursos polares no arquipélago de Svalbard. Para os que gostam de aventura e atividades radicais, o que não faltam são trilhas, como Sukkertoppen e Romsdalseggen, e praticantes de esqui para se juntar.

Além disso, a Ilha de Lofoten é caracterizada por sua beleza natural com vilas de pescadores, picos, fiordes e praias perfeitas para tirar fotos. Bergen, segunda maior cidade da Noruega, também é uma boa escolha, pois tem algumas das mais tradicionais paisagens norueguesas, como Hanseatic Bryggen, considerado Patrimônio Mundial Cultural da UNESCO.

7. Luxemburgo

No roteiro de quem viaja para os grandes centros europeus, Luxemburgo é um dos destinos que não pode faltar. No país, é possível encontrar uma população bastante receptiva e um clima ameno, perfeito para fazer passeios a qualquer hora do dia. Para começar, o ideal é se aventurar na riqueza cultural e histórica do local, pois o que não faltam são museus, castelos e igrejas para explorar.

A igreja ‘Abbey of Echternach’, por exemplo, é um dos principais pontos turísticos da região e conta com uma arquitetura extremamente luxuosa. O Museu da Residência tem um compilado histórico que mostra a participação de Luxemburgo na Segunda Guerra Mundial. O Centre des Arts Pluriels Edouard Juncker, por sua vez, oferece diversas atividades culturais, desde teatro, concertos de música clássica e jazz até exposições e ballet.

Também é possível explorar as raízes medievais do destino, pois há diversos castelos que preservam a arquitetura da época, como o Castelo de Vianden, construído entres os séculos XI e XIV, e o castelo em ruínas em Larochette, erguido estrategicamente em uma colina, onde se tem uma vista panorâmica da cidade.

8. Suíça

Apesar de ser um país relativamente pequeno, a Suíça não deixa a desejar no quesito beleza, charme e organização. Localizada em uma região privilegiada, próxima a países como Alemanha, Áustria, Itália e França, ela é o ponto de partida para os mais variados roteiros pela Europa. Para cruzar o país, a maneira mais fácil é utilizar o trem, que oferece uma viagem confortável com lindas paisagens.

As cidades da região também têm uma arquitetura diversificada e são cercadas por lagos e rios. Mas o atrativo local está nos esportes, sejam eles radicais ou não. Por lá, os turistas podem praticar snowboard, ski, rafting, skydiving, escalada e até stand up paddle (remo em pé). Para aproveitar tudo isso, o ideal é visitar o país entre a primavera e o verão.

9. Austrália

As praias locais, como Whitehaven, são um dos atrativos da Austrália Imagem: Anna LoFi | Shutterstock

Viajar para a Austrália é uma experiência enriquecedora, especialmente para os amantes de atividades em meio à natureza. A diversidade de fauna impressiona, pois é possível encontrar desde espécies de animais peçonhentos até os mais fofinhos, como coalas e cangurus. As praias locais, como Whitehaven, Byron Bay e Cottesloe Beach, também são um atrativo devido às águas claras e o clima descontraído.

A população local é muito simpática e semelhante aos brasileiros, e as estações do ano não ficam para trás, pois acontecem no mesmo período em que no Brasil. Para uma primeira visita, o indicado é a cidade de Sydney, que abriga os dois cartões postais da região: Opera House e Harbour Bridge, além de exposições de arte, cafés e casas de chocolate.

Para os viajantes que desejam respirar o ar do interior sem abdicar da agitação da cidade, vale conhecer Brisbane River, que tem algumas das casas mais antigas da região, combinadas com o South Bank, um lago com praia artificial. Gold Coast também é um local famoso pelos parques e praias incríveis.

10. Nova Zelândia

Localizada na Oceania, a sudeste da Austrália, a Nova Zelândia oferece roteiros para todos os tipos de viajantes, desde os apaixonados por natureza até os amantes de cinema. Quem passa pelo local não pode deixar de visitar a Catedral Cove, em Coromandel, um dos pontos turísticos mais famosos da região, ou ainda, fazer um tour por Hobbitown, o famoso cenário de ‘Senhor dos Anéis’.

Para os mais aventureiros, pular de bungy, skydive, subir de teleférico e fazer trilha são algumas das opções, e Queenstown é a escolha perfeita para todas essas atividades, além de Rotorua, que oferece a prática de rafting (descida de rios em botes). Para quem deseja relaxar ou conhecer a cultura local, Auckland Domain e Maori Village precisam estar no roteiro, pois contam com milhares de parques e apresentações.





Fonte: Jovem Pan

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.